Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Um militar curdo posicionado com uma metralhadora a 40 quilômetros de Arbil, capital da região autônoma do Curdistão.

(afp_tickers)

A Grã-Bretanha poderá considerar "favoravelmente" a possibilidade de armar as forças curdas que lutam contra os jihadistas no Iraque, se o pedido for feito - declarou nesta quinta-feira um porta-voz do gabinete do primeiro-ministro britânico, David Cameron.

"Se chegar um pedido dos curdos, seria uma coisa que examinaríamos favoravelmente. Estaríamos abertos para essa eventualidade", acrescentou o porta-voz.

AFP