O Reino Unido anunciou nesta quinta-feira (26) que contribuirá com outros 210 milhões de libras (255 milhões de dólares, 230 millhões de euros) para o fundo mundial para encontrar uma vacina contra o coronavírus, elevando sua contribuição total a 544 milhões de libras.

"Enquanto nossos médicos e enfermeiros lutam contra o coronavírus em casa, este financiamento britânico recorde ajudará a encontrar uma vacina para o mundo intero", disse o primeiro-ministro Boris Johnson.

"Meu apelo a todos os países do G20 e aos governos de todo o mundo é que aumentem os esforços e nos ajudem a derrotar este vírus", acrescentou, citado em comunicado no fim de uma cúpula virtual das principais economias do planeta.

A contribuição britânica é a maior de qualquer país da Coalizão para a Inovação em Preparação para Epidemias (CEPI), o fundo internacional para encontrar uma vacina, afirmou o governo.

A CEPI destacou que precisa de 2 bilhões de dólares de financiamento adicional para desenvolver uma vacina contra o Covid-19.

O novo coronavírus causou pelo menos 21.873 mortes no mundo desde que surgiu em dezembro na China, segundo um balanço feito pela AFP com base em fontes oficiais.

Desde o começo da epidemia foram contabilizados mais de 481.300 casos confirmados em 182 países ou territórios, mas se estima que o número de infectados é muito maior já que na maioria dos casos só testam os doentes graves.

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.