Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) O empresário Rupert Murdoch

(afp_tickers)

O governo britânico ordenou nesta quinta-feira que seja aberta uma investigação mais ampla sobre a intenção da Fox, propriedade de Rupert Murdoch, de comprar a Sky, por temer que isto venha a dar muito poder ao magnata sobre os meios britânicos.

A ministra da Cultura Karen Bradley anunciou no Parlamento que pediu à Autoridade de Concorrência e Mercados (CMA) que investigue esta operação na qual a 21st Century Fox está disposta a pagar quase 15.400 de dólares.

A família Murdoch, proprietária da 21st Century Fox, possui, além disso, através de sua empresa News Corp, dois influentes jornais britânicos, The Times e The Sun, além do americano Wall Street Journal.

A Fox é um dos maiores estúdios de cinema de Hollywood e possui várias cadeias de televisão. Como já proprietária de 39,1% da Sky, quer comprar o resto das ações.

Murdoch já tentou em 2012 assumir o controle da Sky, que então se chamava BSkyB, mas teve de renunciar devido ao escândalo das escutas telefônicas ilegais de seu tabloide News of the World, que acabou fechando.

A influência dos Murdoch não é bem vista por parte dos acionistas da Sky e, em outubro, os que não tinham qualquer relação com a Fox ou os Murdoch, votaram contra a renovação do mandato de James Murdoch, filho de Rupert, no conselho de administração.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP