Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Avião da American Airlines, no aeroporto de Dallas

(afp_tickers)

A American Airlines relatou vendas maiores, mas lucros menores no terceiro trimestre, devido a custos maiores e ao efeito de vários furacões no sul dos Estados Unidos, que forçaram o cancelamento de mais de 8 mil voos.

Os lucros para o trimestre encerrado no fim de setembro foram de 624 milhões de dólares, o que representa uma queda de 15,3% ante o mesmo período do ano anterior.

A receita subiu 2,7%, a 10,9 bilhões de dólares.

Enquanto o faturamento subiu, gastos maiores com combustível e uma alta dos salários de trabalhadores pioraram os resultados.

A American também citou causas como os furacões Harvey, Irma e Maria, que forçaram o cancelamento de milhares de voos. As tormentas reduziram a receita antes dos impostos em cerca de 75 milhões de dólares.

Os resultados se traduziram em lucro ajustado por ação de 1,42 dólar, dois centavos mais que o esperado por analistas.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP