O presidente Jair Bolsonaro, que se recupera de uma cirurgia no abdômen, não poderá retomar suas funções antes da quarta-feira da semana que vem, quatro dias depois do previsto, informou seu porta-voz nesta quinta (12).

Otávio Rêgo Barros havia anunciado de manhã que Bolsonaro, de 64 anos, reassumiria "a partir de amanhã [sexta-feira] a Presidência da República".

Mas um comunicado de seu gabinete informou à tarde que a equipe médica decidiu mantê-lo afastado do exercício de suas funções por mais quatro dias, a partir da sexta, 13 de setembro, a fim de dar a ele mais tempo de descanso.

O comunicado destaca que o estado de saúde do presidente evolui positivamente no hospital Vila Nova Star de São Paulo, onde foi operado no domingo de uma hérnia abdominal.

Esta foi a quarta intervenção a que Bolsonaro foi submetido desde a facada que lhe perfurou o intestino em um evento de campanha em Juiz de Fora em 6 de setembro de 2018.

Na terça-feira, ele foi diagnosticado com distensão abdominal, o que obrigou os médicos a alimentá-lo por meio de uma sonda nasogástrica.

Apesar de estar hospitalizado, Bolsonaro fez sua tradicional transmissão ao vivo pelas redes sociais, como costuma fazer às quintas-feiras. "Essa live não pode durar mais do que dois minutos por determinação médica", disse o presidente.

Vestindo roupa de hospital, Bolsonaro estava ligado à sua sonda de alimentação nasogástrica e sentado em frente a uma mesa com alguns papéis, seus óculos e um boné verde com a inscrição "Make Brazil great again" (Fazer o Brasil grande novamente), imitando o slogan de seu colega americano, Donald Trump, por quem expressa continuamente sua admiração.

A breve transmissão foi assistida ao vivo por 13 mil espectadores através da conta do presidente no Facebook.

Bolsonaro tem previsto participar em menos de duas semanas da Assembleia Geral da ONU, em Nova York, onde o Brasil realiza tradicionalmente o primeiro discurso, previsto este ano para 24 de setembro.

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.