Navigation

México atinge novo máximo de contágios de COVID-19 em 24 horas

Trabalhador da limpeza higieniza um ônibus vestindo traje de proteção na Cidade do México, 30 de julho de 2020 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 01. agosto 2020 - 01:50
(AFP)

O México registrou nesta sexta-feira (31) 8.458 contágios de COVID-19 em 24 horas, um novo máximo, enquanto o número de falecidos foi de 688 no dia, informou a secretaria de Saúde federal.

O México totaliza 424.637 casos confirmados do novo coronavírus e 46.688 óbitos, tornando-se o terceiro país com mais vítimas fatais, segundo contagem da AFP.

Na quinta, o país tinha superado o Reino Unido, que era o terceiro com mais mortes, por um falecido, mas nesta sexta, o país europeu manteve o registro em 46.119.

Com 128,8 milhões de habitantes, o México tem uma taxa de mortalidade de 356,8 por milhão de habitantes, cifra inferior à de vários países europeus e alguns latino-americanos, segundo cifras da AFP.

Os números de mortos e novos contágios reportados diariamente pelo México não ocorreram necessariamente nas últimas 24 horas, pois a confirmação dos casos pode levar dias, explicaram as autoridades de saúde.

O país usa um semáforo de quatro cores - vermelha, laranja, amarela e verde - para medir o risco de contágio em cada um dos 32 estados que o compõem.

Nesta sexta, o Ministério da Saúde informou que a partir da próxima segunda-feira, 16 estados estarão na cor vermelha e os demais 16 na laranja. A mudança nas cores do semáforo significa restringir ou autorizar certas atividades, tanto econômicas quanto de lazer.

O México anunciou na quinta-feira que vai participar da etapa final de testes da vacina contra a COVID-19 do laboratório francês Sanofi.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.