Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O presidente do México, Enrique Peña Nieto, receberá em maio a presidente Dilma Rousseff, uma ocasião que servirá para estreitar as relações econômicas com o Brasil, informou nesta segunda-feira a chancelaria mexicana.

(afp_tickers)

O presidente do México, Enrique Peña Nieto, receberá em maio a presidente Dilma Rousseff, uma ocasião que servirá para estreitar as relações econômicas com o Brasil, informou nesta segunda-feira a chancelaria mexicana.

A presidente brasileira visitará o México no fim de maio, explicou a subsecretária de Relações Exteriores para a América Latina e o Caribe, Vanessa Rubio, à emissora Enfoque.

No início do mesmo mês - de 7 a 9 de maio - o presidente mexicano também receberá a visita de seu colega colombiano, Juan Manuel Santos.

Durante um encontro particular na Cúpula das Américas no Panamá, Peña Nieto e Dilma "acordaram que as duas principais economias da América Latina e do Caribe têm que cooperar mais, têm que se aproximar mais", relatou a subsecretária.

"É preciso haver um relançamento da relação", indicou Rubio, afirmando que o encontro com Dilma terá um enfoque muito importante na economia.

Em 2014, o Brasil, a primeira economia da América Latina, cresceu apenas 0,1%, completando seu quarto ano consecutivo de pequena expansão, enquanto o México cresceu 2,1%, também longe dos 3,9% previstos pelo governo no início do ano.

Com um intercâmbio de mais de 9 bilhões de dólares em 2014, o Brasil é o primeiro sócio comercial do México na América Latina.

AFP