Navigation

México extradita para os EUA violento ex-operador do Cartel de Sinaloa

Este conteúdo foi publicado em 14. junho 2020 - 20:24
(AFP)

Um ex-operador do poderoso cartel de Sinaloa, Felipe Cabrera, "El Inge", considerado um dos integrantes mais violentos desse grupo criminoso, foi extraditado neste domingo (14) para os Estados Unidos, informou a Procuradoria Geral (FGR).

"A FGR extraditou (...) um homem de nacionalidade mexicana solicitado pelo Tribunal Federal do Distrito (...) de Illinois, para ser processado por sua provável responsabilidade nos crimes de associação criminosa e contra a saúde", disse a instituição em comunicado.

"Este indivíduo provavelmente é responsável pelas atividades de importação de substâncias ilícitas aos EUA, dentro de um grupo criminoso", enfatizou.

"El Inge" teria coordenado a introdução de milhares de quilos de cocaína e heroína nos EUA entre 2005 e 2008, de acordo com investigações de autoridades americanas citadas pela imprensa mexicana.

Cabrera foi o responsável pelas operações do cartel de Sinaloa no estado de Durango e no sul do estado de Chihuahua, além de ter sido chefe de segurança do líder do grupo, Joaquín "Chapo" Guzmán.

Dentro do Cartel de Sinaloa, "El Inge" liderou uma célula criada por seus irmãos Luis Alberto, José Luis e Alejandro Cabrera.

Cabrera foi detido em dezembro de 2011 em uma operação chamada "Laguna", realizada na área conhecida como Comarca Lagunera (noroeste).

O Cartel de Sinaloa, também conhecido como cartel do Pacífico, é o mais poderoso do México, segundo as agências de inteligência, e possui vínculos em vários países, principalmente Estados Unidos e Europa.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.