Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Líder norte-coreano Kim Jong-Un inspeciona teste de míssil

(afp_tickers)

O míssil disparado pela Coreia do Norte nesta terça-feira, e que sobrevoou o Japão, não ameaçou o território americano, informou o Pentágono em comunicado.

"Avaliações iniciais indicam o lançamento de um míssil balístico de médio alcance (IRBM)", assinalou o Pentágono.

"O Comando de Defesa Aeroespacial americano determinou que este míssil balístico lançado não apresentou uma ameaça à América. O Comando americano do Pacífico determinou que este míssil balístico lançado não apresentou uma ameaça à ilha de Guam", continuou.

Em julho, a Coreia do Norte testou um míssil balístico intercontinental que demonstrou ter capacidade de atingir os Estados Unidos.

Na sequência, Pyongyang ameaçou disparar um míssil próximo à ilha de Guam, que Washington alertou como a linha vermelha que a Coreia do Norte não deveria ultrapassar.

No entanto, o míssil lançado no início desta terça-feira sobrevoou o Japão, aliado-chave dos Estados Unidos, ressaltou o Pentágono.

"Nosso compromisso com a defesa de nossos aliados, incluindo a República da Coreia e o Japão, diante destas ameaças, permanece firme. Continuamos preparados para nos defender e defender nossos aliados de qualquer ataque ou provocação", afirmou.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP