AFP

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, em Buenos Aires, em 8 de maio de 2017

(afp_tickers)

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, inicia nesta sexta-feira uma viagem à Ásia, com o propósito de captar investimentos na China e no Japão para revitalizar uma economia que continua estagnada após recuar 2,3% em 2016.

Em uma imprevista escala de sua viagem, Macri se reunirá na sexta-feura nos Emirados Árabes com o príncipe herdeiro, o xeique Mohamed bin Zayed al Nahyan, informou o governo em um comunicado na quinta-feira.

Macri, que viaja com parte de seu gabinete, iniciará a atividade oficial no domingo em Pequim, ao participar de um fórum para a Cooperação Internacional com outros 28 mandatários.

Um momento crucial da visita será quando o presidente chinês, Xi Jinping, recebe o chefe de Estado argentino, na quarta-feira, 17.

Na quinta-feira 18, o presidente argentino chegará em Tóquio, última escala de viagem e onde será recebido na Casa Imperial pelo imperador Akihito e a imperatriz Michiko.

No Japão, Macri também terá um encontro bilateral com o primeiro-ministro, Shinzo Abe.

AFP

 AFP