AFP

O presidente em fim de mandato François Hollande (D) ao lado do presidente recém-eleito, Emmanuel Macron (E), durante cerimônia que recorda a Segunda Guerra Mundial, em Paris, em 8 de maio de 2017

(afp_tickers)

O presidente eleito da França, Emmanuel Macron, participou nesta segunda-feira ao lado do presidente François Hollande na comemoração da rendição da Alemanha na Segunda Guerra Mundial, em Champs Elysées, seu primeiro evento oficial após a vitória de domingo.

Hollande e Macron depositaram juntos as tradicionais flores do evento, que recorda o 8 de maio 1945, sobre o túmulo do soldado desconhecido, sob o Arco do Triunfo.

O presidente Hollande buscou o sucessor alguns minutos antes na tribuna oficial.

Macron, ex-executivo de um banco de investimentos, entrou na política pelas mãos de Hollande, como assessor econômico do governo em 2012.

Dois anos depois, Hollande nomeou Macron ministro da Economia, cargo que ocupou até agosto de 2016, quando deixou o governo para iniciar a construção de seu próprio movimento político, Em Marcha!.

O presidente disse que estava emocionado ao indicar a Macron "a marcha a seguir" durante a cerimônia.

"Queria que Emmanuel Macron esteja a meu lado para, de alguma maneira, passar o testemunho", afirmou o presidente ao canal público France 2.

A transferência de poderes entre o atual presidente e o sucessor acontecerá no próximo domingo, último dia do mandato de Hollande.

Macron, 39 anos, será o presidente mais jovem da história da França e um dos mais jovens do mundo.

AFP

 AFP