Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O presidente francês, Emmanuel Macron, em Luxemburgo, em 29 de agosto de 2017

(afp_tickers)

O presidente francês, Emmanuel Macron, disse em entrevista publicada nesta quarta-feira que deseja tornar a Europa uma potência à altura de Estados Unidos e China, para "liderar o mundo livre".

"Assumo este discurso de grandeza", explicou Macron em entrevista à revista Le Point, na qual o presidente apresenta sua visão de uma França convertida em "grande potência" e de uma Europa que "recupere o espírito da soberania".

"Quero uma Europa que seja um continente da envergadura das potências americana e chinesa. A França deve permitir que a Europa se converta em líder do mundo livre".

A entrevista de vinte páginas é publicada nas vésperas da apresentação pelo governo Macron de uma esperada reforma na legislação trabalhista.

"Sem transformação econômica e social podemos ir esquecendo a grandeza", advertiu o presidente francês, que insistiu na necessidade de se defender "com orgulho" os valores europeus.

Segundo Macron, uma "Europa que protege" implica "a proteção dos investimentos estratégicos", uma política aduaneira anti-dumping, uma política comercial concertada, uma política europeia de Defesa e um orçamento da zona euro.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP