AFP

(2015) Patrulha no entorno da Torre Eiffel

(afp_tickers)

O presidente da França, Emmanuel Macron, pedirá ao Parlamento a prorrogação do estado de emergência até 1º de novembro e deseja uma nova lei para reforçar a segurança ante a "ameaça terrorista", anunciou o Palácio do Eliseu em um comunicado.

Antes de sua eleição no dia 7 de maio, Macron já havia indicado que pediria ao Parlamento a prorrogação do estado de emergência, em vigor desde uma onda de ataques em Paris em novembro de 2015.

"O presidente pediu ao governo medidas para reforçar a segurança diante da ameaça terrorista para preparar uma lei nas próximas semanas", destacou o Eliseu após um conselho de Defesa.

Macron ressaltou ainda a "solidariedade que une a França e o Reino Unido na luta contra o terrorismo" após o atentado que deixou 22 mortos na segunda-feira em Manchester.

"O Conselho examinou os recursos para fornecer toda a assistência possível à investigação das autoridades britânica", completou a presidência.

AFP

 AFP