AFP

O presidente francês, Emmanuel Macron

(afp_tickers)

Até o fim de junho, o presidente francês, Emmanuel Macron, deverá se reunir em Paris com uma liderança dos Emirados Árabes Unidos para tratar da crise envolvendo o Catar - acaba de informar o Palácio do Eliseu, revendo o comunicado divulgado mais cedo nesta quarta-feira (14).

Em entrevista coletiva em Rabat, por ocasião de um encontro com o rei do Marrocos, Mohamed VI, Macron revelou que se reuniria com "um dirigente dos Emirados Árabes Unidos, na próxima semana, em Paris".

Em seguida a essa declaração, o Eliseu anunciou um encontro do presidente francês com o emir do Catar, Tamim Ben Hamad Al-Thani, e com o príncipe herdeiro de Abu Dhabi, xeque Mohamed bin Zayed Al Nahyan. Ambos aconteceriam em separado.

Agora, porém, o governo francês divulga nova nota, ressaltando que "nada estava confirmado".

AFP

 AFP