Navigation

Macron se encontra 'estável' e continua trabalhando em isolamento

O presidente francês, Emmanuel Macron, na cerimônia do 60 aniversário da OCDE afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 19. dezembro 2020 - 12:28
(AFP)

O presidente francês, Emmanuel Macron, positivo para coronavírus, se encontra "estável" e seus exames médicos são "tranquilizadores", disse a Presidência neste sábado (19) em um comunicado.

O chefe de Estado, isolado em uma residência oficial em Versalhes, nos arredores de Paris, "continua apresentando os mesmos sintomas da doença (cansaço, tosse, dores musculares), que não o impedem de cumprir com suas funções", disse o comunicado, assinado pelo médico do presidente.

Na sexta-feira, Macron prometeu que informaria todos os dias sobre seu estado de saúde, em um vídeo de três minutos gravado com um celular e publicado nas redes sociais. O chefe de Estado, vestido informalmente e levemente abatido, disse que estava cansado e que sentia "dor de cabeça e tosse seca".

"Não há razões para isso vá mal, tenho um acompanhamento médico e os informarei de forma transparente sobre a evolução", disse.

Macron pediu a vigilância aos seus concidadãos, em um momento em que os casos voltaram a aumentar na França.

Na sexta-feira, a França superou os 60.000 mortos por coronavírus, de acordo com dados oficiais. As autoridades registraram mais de 15.600 novos casos nas últimas 24 horas.

Partilhar este artigo