Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, em Argel, em 10 de setembro de 2017

(afp_tickers)

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, aceitou um diálogo com a oposição proposto nesta terça-feira pela República Dominicana e pelo ex-chefe de governo espanhol José Luis Rodríguez Zapatero para resolver a crise política do país.

"Sabe muito bem Zapatero e o presidente (dominicano Danilo) Medina que fui promotor deste diálogo e aceito esta nova jornada", expressou Maduro durante uma reunião com seu gabinete transmitida por televisão.

Nesta terça, a aliança opositora confirmou uma reunião com o presidente Medina para explorar a possibilidade de um diálogo com Maduro.

"Decidiram enviar uma delegação para se reunir com o presidente Medina, na qual serão apresentados os objetivos da luta democrática nacional", informou a coalizão Mesa da Unidade Democrática (MUD), em um comunicado que não informa a data do encontro e esclarece que isso não representa o início de um diálogo.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP