Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Nicolás Maduro em 16 de janeiro de 2017 em Caracas

(afp_tickers)

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse neste domingo que planeja uma reunião entre representantes do governo e da oposição com o papa Francisco, a fim de reativar o diálogo sobre a crise política do país.

"Se está sendo planejado, tomara que aconteça, um encontro com o papa Francisco no Vaticano", anunciou Maduro em seu programa dominical de televisão.

"Espero que aconteça logo, e que nesse encontro nossa delegação e a delegação da direita (...) se deem um abraço", acrescentou.

A opositora Mesa de la Unidad Democrática (MUD) congelou no dia 6 de dezembro as negociações iniciadas com o governo em 30 de outubro em instâncias do Vaticano e da União de Nações Sul-americanas (Unasul), acusando o governo de descumprir o acordado.

Em 26 de janeiro, a MUD confirmou sua rejeição em participar das negociações, ao classificar o processo como "um capítulo fechado que não voltará a abrir".

No entanto, Maduro garantiu que há setores da oposição que mantêm a disposição para o diálogo.

AFP