Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

(afp_tickers)

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, prometeu neste domingo "surpresas" em sua relação com seu homólogo dos Estados Unidos, Donald Trump, criando expectativas de um possível acordo para importar alimentos do país sul-americano.

"Estamos trazendo produtos importados pelo governo revolucionário de vários países-irmãos: Trinidade e Tobago, Panamá, Colômbia, México, Nicarágua (…) e até os Estados Unidos. O camarada Trump está me oferecendo CLAP a um bom preço", disse Maduro em seu programa semanal de televisão.

Os CLAP (Comitês Locais de Abastecimento e Produção) são organizações comunais criadas há um ano pelo governo venezuelano para distribuir alimentos básicos nas zonas populares a preços subsidiados.

"Vocês riem? Ah, Vai haver surpresas", acrescentou Maduro, sem dar detalhes da oferta.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP