AFP

O magnata americano Warren Buffett, o segundo homem mais rico do mundo, anunciou nesta sexta-feira que seu conglomerado Berkshire Hathaway vendeu um terço de sua participação no grupo IBM, que enfrenta dificuldades no mercado

(afp_tickers)

O magnata americano Warren Buffett, o segundo homem mais rico do mundo, anunciou nesta sexta-feira que seu conglomerado Berkshire Hathaway vendeu um terço de sua participação no grupo IBM, que enfrenta dificuldades no mercado.

Em uma entrevista ao canal financeiro CNCB, Buffett anunciou ter vendido uma parte importante de seus 81 milhões de ações da IBM, o que teve imediatas consequências nas cotações da empresa, que viu cair suas ações 2,5%, a 154 dólares após abertura de Wall Street.

"Já não avalio a IBM da mesma maneira que há seis anos, quando comecei a comprar ações", disse Buffett na entrevista. "Revi minha opinião à baixa".

As ações que cedeu são avaliadas em aproximadamente 4 bilhões de dólares ao preço atual da ação da IBM na Bolsa.

"A IBM é uma companhia grande e forte, mas também tem concorrentes grandes e fortes", acrescentou.

Buffett invertiu cerca de 10,7 bilhões de dólares na IBM em 2011 para uma participação do 5,5%. Para o final de 2016, essa participação foi avaliada em 13,5 bilhões.

Buffett, de 86 anos e cuja fortuna é estimada em 75,6 bilhões de dólares, é o segundo homem mais rico do mundo, depois do cofundador da Microsoft, Bill Gates (86 bilhões de dólares), segundo o último ranking da revista americana Forbes, publicada em 20 de março deste ano.

AFP

 AFP