Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Para 59% dos entrevistados, as sanções afetam apenas a elite política russa, responsável pela tomada de decisões, como o presidente Vladirmir Putin.

(afp_tickers)

A maioria dos russos afirma não estar preocupada com as sanções da União Europeia e Estados Unidos contra seu país, segundo pesquisa publicada nesta quarta-feira.

Dessa forma, 58% dos russos dizem não se preocupar com um possível isolamento do país no cenário internacional e 61% afirmam a mesma coisa sobre as sanções econômicas e políticas contra Moscou, indica o estudo do centro independente Levada.

Para 59% dos entrevistados, as sanções afetam apenas a elite política russa, responsável pela tomada de decisões.

Por outra parte, 60% dos russos que vivem em grandes cidades são contra a adoção de sanções comparáveis contra a UE e os Estados Unidos e consideram necessário prosseguir cooperando com o Ocidente.

A pesquisa foi feita de 18 a 21 de julho em 134 cidade da Rússia, com 1.600 pessoas.

A União Europeia decidiu na terça-feira adotar novas sanções econômicas contra a Rússia para obrigar o presidente Vladimir Putin a suspender seu apoio aos rebeldes separatistas pró-russos no leste da Ucrânia, onde as forças de Kiev mantêm uma ofensiva e recuperam terreno.

AFP