AFP

Logo da Odebrecht na Vila Olímpica do Rio de Janeiro, 23 de junho de 2016

(afp_tickers)

Centenas de manifestantes se reuniram nesta quinta-feira para protestar contra o pedágio e a concessão de uma rodovia construída no norte de Lima pela brasileira Odebrecht, processada por corrupção no país.

"Pedimos a retirada do pedágio e a nulidade do contrato (de concessão) com (a empresa) Rutas de Lima, que se anule tudo", disse a jornalistas o dirigente Jesús Zambrano durante a marcha, onde manifestantes carregaram um caixão com o nome da Odebrecht.

O protesto na rodovia Panamericana Norte foi acompanhada por aproximadamente 2.000 policiais.

Os protestos voltaram a acontecer após uma trégua de 100 dias apesar de em janeiro a prefeitura de Lima ter anunciado o fim da cobrança de pedágio no trecho que se encontra o populoso distrito de Puente Piedra.

Os manifestantes pedem, agora a retirada da concessão e uma via paralela para acessar o município de Puente Piedra, vizinha à rodovia.

AFP

 AFP