Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(3 ago) Imigrantes são resgatados no Mediterrâneo

(afp_tickers)

A Marinha italiana anunciou nesta segunda-feira o resgate durante o fim de semana de mais de 2.700 imigrantes que viajavam ao país a partir do norte da África.

Os militares italianos também recuperaram dois corpos.

Sobre os corpos, encontrados na costa líbia, a Marinha informou no Twitter que foram recuperados "durante as operações de resgate de domingo", sem revelar mais detalhes.

"Entre sexta-feira e domingo, mais de 2.500 pessoas foram resgatadas por embarcações que participam na operação Mare Nostrum", informa um comunicado militar.

Mais de 1.300 refugiados foram resgatados na sexta-feira e no sábado no canal da Sicília e estão na fragata "Fasan", que os deixará nesta segunda-feira no porto de Tarento, em Apulia.

Outro navio anfíbio transporta quase 1.200 refugiados que chegarão na terça-feira a Salerno, sul de Nápoles, enquanto a fragata "Aliseo" socorreu 227 imigrantes, incluindo 40 mulheres e 95 menores de idade.

De acordo com dados oficiais de 30 de julho, a Marinha italiana realizou 426 intervenções desde o início do ano como parte da operação Mare Nostrum e socorreu mais de 93.000 imigrantes.

A operação Mare Nostrum teve início em outubro do ano passado, depois de dois naufrágios que deixaram mais de 400 mortos perto de Lampedusa e de Malta.

AFP