Navigation

Matemático curdo recebe nova medalha Fields após roubo da original

O matemático curdo iraniano Caucher Birkar exibe a nova medalha Fields, em 4 de agosto de 2018, após o roubo da original no Rio de Janeiro afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 04. agosto 2018 - 21:07
(AFP)

O refugiado curdo iraniano Caucher Birkar recebeu neste sábado (4) uma nova medalha Fields, em substituição à original, roubada há quatro dias, quando foi premiado durante uma cerimônia no Rio de Janeiro.

"Isto não mudou em nada a minha impressão (sobre o Brasil) e vou voltar novamente ao Rio", disse Birkar ao receber a nova medalha durante outra cerimônia no Rio, noticiou a Agência Brasil.

Quatro pesquisadores foram premiados na quarta-feira passada com a medalha Fields, considerada o prêmio Nobel da matemática.

Birkar, de 40 anos, que obteve a nacionalidade britânica após se asilar no Reino Unido, tinha deixado a medalha em uma pasta, com um celular e sua carteira, que foi levada em um momento de distração.

A Polícia informou na quinta-feira ter identificado dois suspeitos, graças a imagens de câmeras de segurança do Riocentro, sem que até o momento tenha se informado nenhuma detenção.

Os organizadores conseguiram substituí-la em pouco tempo porque tinham uma cópia extra. "Ontem levamos a medalha para que seja gravada com seu nome", disse o presidente do Congresso Internacional de Matemática (ICM), Marcelo Viana.

A Fields é uma medalha de ouro de 14 quilates e 63,5 milímetros de diâmetro, estimada em 5.500 dólares canadenses (US$ 4.200). O ICM distribui entre duas e quatro em seus congressos, celebrados a cada quatro anos.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.