Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Un restaurante da cadeia americana de fast-food McDonald's, no dia 4 de abril de 2001, em Paris

(afp_tickers)

O McDonald's anunciou, nesta terça-feira (24), uma alta de 47,7% em seus lucros líquidos no terceiro trimestre, beneficiado por uma receita de 850 milhões de dólares devido à venda a franquias de suas atividades na China e em Hong Kong.

O lucro líquido subiu para 1,88 bilhão de dólares nos últimos três meses, até o fim de setembro, ou seja, um lucro ajustado de 1,76 dólar por ação, contra o 1,77 dólar esperado pelos analistas financeiros.

A rede de "fast food", criada em 1955 por Ray Kroc, passou o controle de restaurantes que administrava na China e em Hong Kong para seus franqueados, o que lhe permitiu alcançar antes do previsto seu objetivo de ceder 4.000 restaurantes aos franqueados, a médio prazo.

A decisão afetou a receita de vendas, que caiu 10,4%, para 5,75 bilhões de dólares, o que, no entanto, ficou acima da previsão de 5,74 bilhões de dólares.

Em Wall Street, os títulos ganharam 0,64%, a 64,35 dólares, às 12h30 GMT (10h30 em Brasília) nas negociações antes do começo da sessão.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP