Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(29 ago) Manifestação em Barcelona a favor da unidade da Espanha e contra a independência da Catalunha

(afp_tickers)

Um dos integrantes do governo catalão destituído apareceu em seu gabinete nesta segunda-feira (30), no primeiro dia de trabalho após a declaração de independência e da tomada de controle da região pelo Executivo espanhol.

"No gabinete, exercendo as responsabilidades que nos foram dadas pelo povo da Catalunha", tuitou Josep Rull, responsável por Infraestruturas, Obras Públicas e Transportes do agora destituído governo do separatista Carles Puigdemont.

A mensagem vem acompanhada de uma imagem do político na mesa de seu gabinete, lendo o jornal desta segunda.

Não se sabe se, no meio da manhã, ele ainda continuava no gabinete.

Caso algum membro do Executivo destituído se apresente, o governo central determina que seja acompanhado por um policial até seu gabinete para recolher seus pertences. Se resistir a deixar o local, o agente terá registrar a ocorrência e informar a Justiça.

Após a proclamação da república feita pelos separatistas do Parlamento catalão na última sexta-feira, seguida pela intervenção do governo espanhol, hoje é um dia fundamental para saber se os dirigentes regionais vão acatar a ordem, ou se continuarão trabalhando para tentar construir a "república catalã".

Diante da sede do governo regional, onde ainda se vê a bandeira espanhola hasteada, vários jornalistas já estavam desde cedo a postos, à espera de Puigdemont.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP