Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Duas meninas de 10 anos filmaram o pai de uma delas enquanto ele abusava sexualmente da outra, buscando ter provas para denunciar a situação, que terminou com o homem preso

(afp_tickers)

Duas meninas de 10 anos filmaram o pai de uma delas enquanto ele abusava sexualmente da outra, no Uruguai, buscando ter provas para denunciar a situação, que terminou com o homem preso, segundo a Justiça.

O caso aconteceu em Artigas, a cerca de 500 km ao norte de Montevidéu, de acordo com comunicado emitido pela procuradoria dessa região, enviado à AFP nesta quinta-feira (28).

A vítima era uma menina de 10 anos que "frequentemente brincava e escutava música na casa de sua amiga da mesma idade", afirma o documento.

"Nessas circunstâncias, aproveitando dos momentos em que a sua esposa estava trabalhando, o abusador mandava a filha ao supermercado para ficar a sós com a outra menina, que tocava em seus genitais".

A situação se prolongou por um ano, até que a filha do homem foi testemunha da conduta do pai. Então, "disse a sua amiga que sabia o que o seu pai estava fazendo, que tinha muito medo do seu pai e que ninguém iria acreditar, por isso ambas planejaram filmar a situação, que conseguiram após várias tentativas".

O frio relato estampado nas páginas da Procuradoria Geral da União, conta que as meninas se submeteram a agressão mais de uma vez com intuito de obter provas para que o homem pudesse ser detido.

"Essa ação tão corajosa de uma menina que sofreu abuso deveria servir não apenas para que a justiça seja feita, mas para que toda a sociedade tome consciência de que essas coisas acontecem com mais frequência do que acreditamos, e que as crianças não mentem, não inventam" diante de relatos que "marcam" as suas vidas "para sempre", ressalta.

Assim que a Justiça teve acesso às provas entregues pela família da vítima, o homem foi imediatamente preso.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP