Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Um homem é vacinado contra o Ebola, em Conacri, Guiné, no dia 10 de março de 2015

(afp_tickers)

O número de novos casos de Ebola caiu abaixo da barreira de dez, tanto em Serra Leoa quanto na Guiné, nível mais baixo em quase um ano, o que inaugura o fim da epidemia - informou nesta terça-feira um funcionário das Nações Unidas.

Guiné e Serra Leoa registraram nove casos cada um na semana passada, pela primeira vez desde junho de 2014 que o total entre os dois países (com a Libéria, são os países mais afetados) soma menos de vinte, afirmou David Nabarro, coordenador da ONU para a luta contra o Ebola.

"Esta epidemia vai acabar em breve", disse o coordenador numa coletiva de imprensa em Dakar. Ele observou, no entanto, que "não é possível determina uma data precisa".

A epidemia, a mais grave desde a identificação do vírus na África Central em 1976, começou em dezembro de 2013 no sul da Guiné, e causou cerca de 11.000 mortes em mais de 26.000 casos encontrados desta doença, um balanço subestimado segundo a própria Organização Mundial de Saúde (OMS).

AFP