Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Membros da Defesa Civil fazem simulação de terremoto na Cidade do México

(afp_tickers)

Multidões de mexicanos saíram às ruas neste sábado para salvarem-se assim que soaram os sinais de alerta de um hipotético terremoto de 8,1 graus na escala Richter em uma simulação em memória do terremoto que devastou a Cidade do México há 30 anos.

Guiados por brigadistas, os moradores se mobilizaram para abandonar o local em que estavam, abrigando-se em um lugar seguro ao ar livre.

O sistema de alerta funciona a partir de sensores na costa do Pacífico, epicentro de fortes abalos, que quando detectam um terremoto superior a 6 graus na escala Richter envia um sinal mais rápido do que as ondas telúricas, dando aos habitantes da capital mexicana quase um minuto para proteger-se.

A maioria dos prédios públicos e privados, comércios e escolas conta com esse alerta.

O sinal soou por quase três minutos enquanto o Serviço Sismológico do México divulgava no Twitter os primeiros dados do hipotético movimento telúrico.

Às 07h19 da manhã do horário local (12h19 GMT), horário em que aconteceu o terremoto em 1985, o presidente Enrique Peña Nieto e o prefeito Miguel Angel Mancera participaram de uma cerimônia em memória das vítimas enquanto a bandeira mexicana era erguida a meio mastro no Zócalo (praça central).

AFP