AFP

Equipes de resgate atuam após acidente envolvendo avião militar em Mianmar

(afp_tickers)

Os navios da Marinha de Mianmar enfrentaram ventos fortes neste sábado no mar de Andaman ao retomar o resgate das vítimas ainda não encontradas do acidente envolvendo um avião militar. Um corpo foi trazido à costa.

O avião Shaanxi Y8 fabricado na China transportava 122 pessoas, incluindo crianças e outros familiares de militares, quando desapareceu enquanto viaja ao longo da costa sul de Mianmar na quarta-feira.

Os navios da Marinha e embarcações de pesca locais lutaram contra o clima feroz das monções enquanto buscavam corpos e destroços do avião.

Um navio militar puxou outro corpo das ondas neste sábado de manhã, elevando o número de mortos recuperados para 33 neste quarto dia de buscas.

"Um navio militar recuperou um novo corpo", disse o chefe do exército em um comunicado.

Os restos de um homem também foram encontrados na sexta-feira, enquanto a maioria dos outros corpos foram trazidos para a praia na quinta-feira, antes da chegada das monções, que agora dificultam os esforços de resgate.

Centenas de parentes consternados se reuniram para cerimônias de cremação em massa, com famílias desesperadas à espera de notícias daqueles ainda desaparecidos.

Não houve nenhuma explicação oficial para a causa do acidente, mais um incidente fatal envolvendo aeronaves militares da Mianmar nos últimos anos.

AFP

 AFP