Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Michelle Obama durante cúpula EUA-África, no dia 6 de agosto de 2014

(afp_tickers)

A primeira-dama americana Michelle Obama pediu nesta quarta-feira às esposas dos dirigentes africanos que lutem pelas meninas de seus respectivos países ao afirmar que nenhuma criança deve ter medo por receber uma educação.

A esposa do presidente Barack Obama aludiu à tragédia das meninas sequestradas de uma escola por rebeldes islamitas nigerianos contrário à educação das mulheres. Ela falou durante uma mesa redonda realizada no encerramento da cúpula EUA-África.

"Temos que lutar por nossas meninas", afirmou, ante outras primeiras-damas que participaram na cúpula.

"Não deve haver nenhuma menina no mundo que tema receber educação. É algo que não pode ser tolerado por nós", afirmou Michelle Obama.

Mais de 200 meninas permanecem cativas, quatro meses depois de terem sido sequestradas por rebeldes do grupo Boko Haram, que invadiram uma escola no nordeste da Nigéria.

AFP