AFP

O líder da banda britânica Rolling Stones, Mick Jagger, durante evento em Nova York, no dia 15 de novembro de 2016

(afp_tickers)

O líder da banda britânica The Rolling Stones, Mick Jagger, pediu nesta quarta-feira nas redes sociais que as pessoas se solidarizem com as vítimas dos temporais e das enchentes no Peru, que deixaram mais de 100 mortos e um milhão de atingidos desde o início do ano.

"Por favor, ajudem a iniciativa #UnaSolaFuerza a arrecadar fundos para ajudar as pessoas afetadas pelas inundações no Peru", foi a mensagem que apareceu no Twitter e no Facebook do famoso cantor de 73 anos.

O pedido, escrito em inglês e em espanhol, é acompanhado por imagens que mostram a destruição de casas devido ao transbordamento dos rios nas partes norte e central do país.

A mensagem inclui a hashtag #UnaSolaFuerza, criada pelas autoridades peruanas para centralizar a ajuda, assim como um link para o site oficial da embaixada peruana no Reino Unido, onde podem colaborar.

Jagger, que tem 1,85 milhões de seguidores no Twitter e três milhões de curtidas no Facebook, se apresentou no Peru com os Rolling Stones pela primeira vez em março de 2016.

As cheias e inundações causadas pelo fenômeno climático El Niño Costeiro deixaram 106 mortos, 159.283 danificados (que perderam tudo) e 973.777 afetados (com danos parciais a suas propriedades) entre janeiro e abril, segundo o Centro de Operações de Emergência Nacional.

As chuvas também destruíram 2.542 km de estradas e milhares de hectares de plantações, pelos quais os camponeses pedem a ajuda do governo.

O aquecimento das águas do Oceano Pacífico no norte do Peru consolidou as condições para o El Niño Costeiro, que provoca fortes chuvas, deslizamentos de terra e transbordamento dos rios.

AFP

 AFP