Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Escritório da Microsoft em pequim, em 29 de julho de 2014. As autoridades já proibiram em maio a instalação do Windows 8 nos computadores do governo alegando motivos de segurança.

(afp_tickers)

O gigante americano Microsoft afirmou nesta quarta-feira que cumpre a lei na China, depois que as autoridades deste país abriram uma investigação por suposto monopólio, principalmente de seu sistema operacional Windows.

"A Microsoft está em conformidade com as leis e os regulamentos de cada mercado no qual opera no mundo", indicou o grupo em um breve comunicado.

"Para garantir isso, temos mecanismos de vigilância e de ativação" das medidas necessárias, acrescentou.

A China anunciou na terça-feira que abriu uma investigação contra a Microsoft por suposto monopólio do Windows, utilizado na grande maioria dos computadores do país, e seu pacote de programas Office.

As autoridades já proibiram em maio a instalação do Windows 8, a última versão do sistema operacional, nos computadores do governo alegando motivos de segurança.

A decisão foi tomada pouco depois que cinco oficiais do exército chinês foram acusados pela justiça dos Estados Unidos de serem hackers e de espionagem econômica.

Uma lei antimonopólio chinesa em vigor desde 2008 prevê para as empresas infratoras multas que oscilam entre 1% e 10% das receitas do ano anterior.

AFP