AFP

Barco inflável que foi assaltado na Líbia

(afp_tickers)

Cerca de 129 migrantes que viajam em direção ao litoral europeu a bordo de um barco inflável foram assaltados e abandonados no mar por um grupo armado ao largo da costa da Líbia, informou neste sábado a Marinha líbia.

Homens armados a bordo de uma lancha perseguiram na sexta-feira os migrantes e levaram seus bens, bem como o motor da embarcação em que estavam. Isso aconteceu cerca de 5 milhas náuticas da cidade de Zuara (oeste), indicou à AFP o porta-voz da Marinha da Líbia, o general Ayoub Kacem.

Abandonados no mar sem um motor, os 129 migrantes, dos quais 27 eram mulheres e duas crianças, tiveram que esperar várias horas antes de serem resgatados por um pescador líbio, que alertou a guarda costeira, acrescentou o general Kacem.

Os imigrantes vinham da África subsaariana, especialmente Gâmbia e Nigéria, de acordo com a mesma fonte.

Os contrabandistas clandestinos de imigrantes tiram proveito do caos na Líbia desde a queda de Muammar Khaddafi em 2011.

Mais de 24.000 imigrantes chegaram na Itália a partir da Líbia nos primeiros três meses deste ano, segundo o Alto Comissariado para os Refugiados das Nações Unidas, em comparação com 18.000 no mesmo período de 2016.

No ano passado, 181.000 imigrantes, um recorde, chegaram à Europa através da costa italiana, 90% vindos da Líbia.

AFP

 AFP