Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Cerca da metade das mais de 40.000 pessoas que foram evacuadas pela onda de incêndios que atingiu o oeste do Canadá foram autorizadas a regressar às suas casas

(afp_tickers)

Cerca da metade das mais de 40.000 pessoas que foram evacuadas pela onda de incêndios que atingiu o oeste do Canadá foram autorizadas a retornar às suas casas, enquanto o governo prometeu nesta terça-feira uma ajuda de emergência.

Os incêndios florestais afetaram por cerca de três semanas a província de Colúmbia Britânica, da fronteira do estado de Washington até o sul do Alasca, no norte. Cerca de 46.000 pessoas foram forçadas a se deslocar.

Uma parte dos deslocados voltou para casa no final da semana passada, e os serviços de emergência da província estão agora dando autorização para que a maioria dos evacuados possa voltar.

"Tenham a certeza de que ajudaremos os moradores da Colúmbia Britânica quando eles começarem a reconstruir", disse o primeiro-ministro, Justin Trudeau, ao prometer a ajuda federal para desastres.

Mais de 150 incêndios continuavam ativos na terça-feira, e cerca de 100 deles ainda não tinha sido controlados pelos 3.500 bombeiros mobilizados na província da costa do Pacífico. Na semana passada se prolongou o estado de emergência, declarado em 7 de julho.

Desde abril, mais de 700 incêndios destruíram 3.730 quilômetros de terra.

AFP