Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Soldado marcha durante parada militar, em Caracas, em 5 de julho de 2017

(afp_tickers)

O ministro da Defesa venezuelano, general Vladimir Padrino, afirmou nesta sexta-feira que os militares garantirão que a eleição da Assembleia Constituinte promovida pelo presidente Nicolás Maduro aconteça em paz.

"Temos um plano concebido para dar resposta a qualquer ameaça (...) Vamos garantir que em 30 de julho o povo possa exercer seu direito ao voto, em plena democracia",afirmou Padrino.

Segundo o ministro, os protestos dos opositores, que exigem a saída de Maduro e rejeitam a Constituinte fazem parte de um plano para derrubar o governo e garantiu que isso não acontecerá.

O general Padrino disse ainda que durante os protestos contra Maduro, que deixaram 103 mortos em quatro meses, dois militares da Guarda Nacional também morreram.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.










AFP