Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Soldado marcha durante parada militar, em Caracas, em 5 de julho de 2017

(afp_tickers)

O ministro da Defesa venezuelano, general Vladimir Padrino, afirmou nesta sexta-feira que os militares garantirão que a eleição da Assembleia Constituinte promovida pelo presidente Nicolás Maduro aconteça em paz.

"Temos um plano concebido para dar resposta a qualquer ameaça (...) Vamos garantir que em 30 de julho o povo possa exercer seu direito ao voto, em plena democracia",afirmou Padrino.

Segundo o ministro, os protestos dos opositores, que exigem a saída de Maduro e rejeitam a Constituinte fazem parte de um plano para derrubar o governo e garantiu que isso não acontecerá.

O general Padrino disse ainda que durante os protestos contra Maduro, que deixaram 103 mortos em quatro meses, dois militares da Guarda Nacional também morreram.

AFP