Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

A ministra do Exterior colombiana Maria Angela Holguin (D) e a venezuelana Delcy Rodriguez em Cartagena, no dia 26 de agosto de 2015

(afp_tickers)

As ministras das Relações Exteriores da Colômbia, Maria Angela Holguin, e da Venezuela, Delcy Rodríguez, se reunirão nesta quarta-feira em Cartagena, no Caribe colombiano, para discutir a crise entre os dois países, em que mais de mil colombianos foram deportados.

O encontro, que será realizado na histórica Casa del Marqués de Valdehoyos, visa encontrar soluções comuns para os problemas de contrabando e para a atividade de grupos armados ilegais na fronteira binacional, bem como a situação humanitária desencadeada pelo estado de emergência declarado por Caracas.

Holguin, que estará acompanhada pelo ministro do Interior, Juan Fernando Cristo, e de Defesa, Luis Carlos Villegas, expressará "o nosso protesto contra a forma como foram maltratados nossos compatriotas", disse o presidente Juan Manuel Santos na terça-feira em um discurso televisionado.

"Todo ser humano, mesmo estando em um país sem todos os documentos legais, merece ser tratado com respeito e dignidade, e merece o devido processo legal. E é isso que exigimos", disse ele, após a Guarda Nacional da Venezuela deportar centenas de colombianos nos últimos dias.

Na sexta-feira, entrou em vigor o estado de emergência decretado por 60 dias pelo presidente Maduro em cinco municípios do estado de Táchira, na fronteira com a Colômbia, na sequência de um ataque há uma semana em que três soldados e um civil venezuelanos ficaram feridos durante uma operação anti-contrabando.

AFP