Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O ministro boliviano da Economia, Luis Arce, em Washington DC, em 21 de abril de 2017

(afp_tickers)

O ministro boliviano da Economia, Luis Arce, anunciou neste sábado seu afastamento temporário do governo devido a problemas de saúde que o obrigam a viajar para o Brasil "o mais breve possível" para um tratamento médico.

Arce, impulsionador do modelo econômico que conquistou altas taxas de crescimento nos últimos anos, disse que "vem sentindo algumas dores que foram estudadas por médicos na Bolívia e que deram como resultado que terá que continuar com um tratamento especializado no Brasil".

Em uma breve coletiva com o presidente Evo Morales em Cochabamba, Arce adiantou que seu tratamento "vai levar bastante tempo", mas sem informar sobre a doença da qual padece.

O ministro disse ter pedido ao presidentes para "entrar de licença para realizar este tratamento e estas pesquisas que tenho que fazer no exterior", acrescentando que deverá fazê-lo "o mais breve possível".

"Surpreendeu-nos o relatório de uma junta médica boliviana sobre a saúde de nosso ministro da Economia e, por isso, momentaneamente ele se ausentará e irá ao Brasil", expressou Morales.

Arce é o principal criador do modelo econômico que permitiu que a Bolívia registrasse nos últimos anos as maiores taxas de crescimento da América do Sul.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP