Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O negociador britânico do Brexit, David Davis, em Bruxelas, em 12 de outubro de 2017

(afp_tickers)

O ministro britânico para o Brexit semeou uma confusão nesta quarta-feira (25), ao declarar que o Parlamento pode não ser consultado sobre o acordo de saída do Reino Unido da União Europeia (UE) até que o Brexit se concretize.

Em uma audiência ante os parlamentares, David Davis disse que as negociações com Bruxelas poderiam não prosperar até a data-limite para o Brexit, ou seja, março de 2019, de modo que o Parlamento britânico e o europeu só se pronunciariam quando o Reino Unido já tiver deixado a UE.

Contudo, uma hora mais tarde, a primeira-ministra britânica, Theresa May, disse "confiar" que se alcançará um acordo "a tempo para que o Parlamento possa votar" antes do Brexit.

Um porta-voz do Ministério de Davis também garantiu, mais tarde, que eles trabalham "para alcançar um acordo final antes de sair da UE".

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP