Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

A agência de classificação financeira Moody's rebaixou nesta segunda-feira a nota de crédito da estatal venezuelana do petróleo, alegando falta de pagamento de juros de títulos da dívida da empresa

(afp_tickers)

A agência de classificação financeira Moody's rebaixou nesta segunda-feira a nota de crédito da estatal venezuelana do petróleo, alegando falta de pagamento de juros de títulos da dívida da empresa.

"A classificação da Petróleos de Venezuela (PDVSA) caiu por falta de pagamento em 2 de novembro, quando deveria pagar 1,169 bilhão de dólares em capital por títulos 2017", afirma em um comunicado Nymia Almeida, vice-presidente sênior de crédito da Moody's.

A decisão foi anunciada apesar do governo venezuelano ter divulgado no dia 3 que havia começado a executar o pagamento do Bônus 2017 da PDVSA.

A nota caiu de 'Caa3' - risco de crédito - para 'Ca' - operações de dívida altamente especulativas com sinais de possível default -, informa o comunicado.

Na semana passada, o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, afirmou que pretende renegociar a dívida externa do país, avaliada em quase 150 bilhões de dólares.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP