Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) O presidente da Bolívia, Evo Morales

(afp_tickers)

O presidente da Bolívia, Evo Morales, buscará acordos sobre gás e integração ferroviária em reunião com Michel Temer no final de novembro, informou a chancelaria em La Paz nesta terça-feira.

"O corredor ferroviário bio-oceânico e a integração energética serão os principais temas abordados no próximo dia 30 de outubro entre Bolívia e Brasil, durante a reunião bilateral de presidentes que ocorrerá em Brasília", declarou o chanceler boliviano, Fernando Huanacuni.

A Bolívia pretende renovar com o Brasil um contrato de compra e venda de gás que termina em 2019 e que envolve o fornecimento de até 30 milhões de metros cúbicos diários (mmcd) de gás natural ao mercado de São Paulo.

La Paz também quer uma ligação ferroviária de 3.500 km entre o porto de Santos e o terminal peruano de Ilo, no Pacífico. O projeto tem um custo estimado em entre 10 e 15 bilhões de dólares.

Os dois presidentes também analisarão a venda de energia elétrica a partir de 2019.

Apesar das severas críticas ao impeachment da presidente Dilma Rousseff e à posse de seu vice, La Paz tem tentado desde o ano passado marcar um encontro entre Temer e Morales.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP