AFP

A empresa Fresh Express, subsidiária da Chiquita Brands, anunciou um "recall de precaução de um número limitado de pacotes" da sua mistura de hortaliças orgânicas "Spring Mix", que tinha sido distribuída para lojas Walmart em todo o sudoeste dos EUA

(afp_tickers)

As autoridades de saúde dos Estados Unidos analisavam na segunda-feira os restos de um morcego morto encontrado dentro de um pacote de salada pré-embalada vendida na Flórida, em busca de possíveis vestígios do vírus mortal da raiva.

A empresa Fresh Express, uma subsidiária da Chiquita Brands, anunciou um "recall de precaução de um número limitado de pacotes" da sua mistura de hortaliças orgânicas "Spring Mix", que tinha sido distribuída para lojas Walmart em todo o sudoeste dos Estados Unidos.

A empresa anunciou o recall de todas as saladas desse lote no sábado, quando soube que "a matéria animal estranha foi supostamente encontrada" em um pacote de salada.

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) disseram que estavam trabalhando com o departamento de saúde da Flórida e com a agência de Alimentos e Medicamentos americana (FDA) "para apoiar uma investigação de um morcego morto" encontrado na salada embalada vendida em "um supermercado na Flórida".

Porém, "a condição deteriorada" da carcaça do animal "não permitiu aos CDC descartar definitivamente se este morcego tinha raiva", segundo um comunicado, de modo que este "foi enviado ao laboratório de raiva do CDC para análise".

O porta-voz do CDC Thomas Skinner disse à AFP na segunda-feira que as chances de contágio da raiva a partir de um animal morto são muito baixas.

AFP

 AFP