Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

General Ricardo Izurieta, chefe do Exército, em foto de novembro de 2001

(afp_tickers)

O ex-chefe do Exército chileno Ricardo Izurieta, primeiro comandante nomeado por um governo democrático após a ditadura (1973-1990) e que substituiu o ditador Augusto Pinochet no cargo, morreu neste domingo aos 71 anos.

"O Exército do Chile comunica que na madrugada de hoje (domingo) faleceu, cercado da família, o general do Exército Ricardo Izurieta aos 71 anos", indicou esta Força em um comunicado.

Izurieta foi comandante do Exército entre 1998 e 2002, em substituição a Pinochet, que depois de encerrada a ditadura, continuou à frente da instituição militar por mais oito anos, como estipulou a Constituição, implementada durante seu regime, em 1980.

Em 10 de março de 1998, Pinochet concluiu seu comando de 25 anos e Izurieta foi nomeado no cargo pelo então presidente Eduardo Frei, tornando-se o primeiro chefe do Exército chileno escolhido na democracia.

Segundo dados oficiais, Izurieta foi um militar que não teve relações com as violações dos direitos humanos cometidas durante o governo de Pinochet.

AFP