AFP

Algumas pessoas fazem o gesto fascista no enterro de um dos ministros do general Franco, José Utrera Molina, em Nerja, em 22 de abril de 2017

(afp_tickers)

Faleceu aos 91 anos um dos últimos ministros do general Francisco Franco, José Utrera Molina, o qual homenageou o ditador espanhol até o fim de sua vida.

O enterro foi neste sábado (22).

Utrera foi ministro da Habitação e, depois, ministro e secretário-geral do Movimiento (partido de Estado), assim como vice-presidente de governo entre 1973 e 1975, os últimos anos da ditadura.

Cerca de 150 pessoas assistiram ao funeral em Nerja, localidade andaluza onde morava. Depois da missa, os participantes entoaram a "Cara al sol", o hino falangista.

Entre os que carregavam o caixão estava Alberto Ruiz Gallardón, ex-prefeito de Madri (2007-2011), ex-ministro da Justiça (2011-2014) do Partido Popular e genro do falecido.

O corpo de Utrera foi cremado, segundo um comunicado da família.

Em 20 de novembro de 2016, no 41º aniversário da morte de Franco, Utrera Molina compareceu a uma missa em homenagem ao "Caudillo", em Madri, na presença da filha única do ditador, Carmen Franco, de 90 anos. Na saída, os participantes chegaram a levantar o braço para fazer a saudação fascista.

AFP

 AFP