Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

A estrela da série de televisão "Maverick", James Garner, morreu aos 86 anos, informou neste domingo o site TMZ, que não indicou a causa da morte.

(afp_tickers)

A estrela da série de televisão "Maverick" e "Arquivo confidencial", James Garner, morreu neste domingo aos 86 anos, confirmou a polícia de Los Angeles.

A polícia e o departamento dos bombeiros responderam a uma ligação da casa do ator às 20h de sábado (hora local), informou o oficial Alonzo Iniguez, da central de polícia de Los Angeles.

"Garner morreu de causas naturais e o corpo foi liberado paraa família", acrescentou, sem dar mais detalhes.

Garner teve um acidente vascular-cerebral em 2008 e estava confinado a uma cadeira de rodas. Em 1988 ele já havia passado por uma cirurgia de colocação de quatro pontes de safena.

Ele conquistou a fama na televisão com o irônico e descontraído Bret Maverick na série de faroeste exibida entre 1957-1960, e que incluiu participações especiais de nomes como Clint Eastwood e Roger Moore.

Na década de 1970, Garner interpretou o detetive James Rockford na série "Arquivo confidencial" (1974-1980), papel pelo qual ganhou um Emmy (1977).

Garner também esteve nos cinemas em "A grande escapada" (1963), com Steve McQueen, e "Vitor ou Vitória" (1982), com Julie Andrews, e mais recentemente participou na comédia romântica "O romance de Murphy" (1985), para o qual foi indicado ao Oscar.

Ele também esteve na versão cinematográfica de "Maverick", em 1994, ao lado de Mel Gibson e Jodie Foster, fazendo dessa vez o papel do pai do personagem-título.

Mais recentemente participou em "Cowboys do Espaço" (2000) de Eastwood e "O diário de uma paixão" (2004), e na sitcom "8 Simple Rules for Dating My Daughter" (2003-2005).

James Scott Bumgarner nasceu em Norman, Oklahoma, deixou a escola e entrou para a Marinha Mercante no final da II Guerra Mundial.

Em seguida, alistou-se no exército e participou da Guerra da Coreia, onde foi ferido duas vezes. Ele começou a atuar depois de ser incentivado por um amigo a participar de comerciais de televisão.

A revista People descreve Garner como "um dos atores mais queridos de Hollywood e da televisão".

AFP