Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O metropolitano Volodimir, chefe da igreja ortodoxa russa na Ucrânia, durante cerimônia na catedral de Kiev, em 23 de novembro de 2010

(afp_tickers)

O metropolitano Volodimir, chefe da igreja ortodoxa russa na Ucrânia, morreu na noite de sexta-feira em Kiev, anunciou o patriarcado de Moscou em seu site.

Segundo a imprensa local, o eclesiástico de 78 anos estava internado numa clínica da capital ucraniana devido a uma hemorragia interna, depois de travar uma longa batalha contra um câncer e o Mal de Parkinson.

A igreja ortodoxa ucraniana subordinada ao patriarcado de Moscou é, com suas 11.000 paróquias, a principal comunidade religiosa do país, à frente da igreja ortodoxa nacional independente, dirigida pelo patriarca de Kiev Filareto e criada depois da queda da URSS.

As relações entre as duas igrejas costumam ser tensas, e isso se agravou com a rebelião dos separatistas pró-russos no leste da Ucrânia.

Volodimir evitou alinhar-se com o patriarcado de Moscou, propenso a seguir a linha política do Kremlin.

O chefe da igreja ortodoxa russa, o patriarca Kiril, homenageou o falecido neste sábado, ao dizer que ele "carregou durante 22 anos a pesada cruz da responsabilidade do destino da ortodoxia na Ucrânia".

AFP