Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Estacionamento do Walmart, onde um caminhão foi encontrdo com oito imigrantes mortos, em San Antonio, em 23 de julho de 2017

(afp_tickers)

O chanceler da Guatemala, Carlos Raúl Morales, confirmou nesta segunda-feira a morte de um guatemalteco entre os dez migrantes em situação irregular que morreram em um caminhão no Texas, perto da fronteira com o México.

A chancelaria identificou o guatemalteco morto como Frank Fuentes, de 20 anos, originário da capital, e informou que sua família já foi contactada para iniciar o processo de repatriação do corpo.

Morales disse que outros dois guatemaltecos, um deles menor de idade, se encontram hospitalizados com estado de saúde estável.

"Temos que esperar a necropsia médico legal, para dar um dado científico, mas entendemos que a morte foi por desidratação e por asfixia", disse Morales a jornalistas ao fim de uma reunião de governo no Palácio Nacional.

No domingo, 39 migrantes foram encontrados escondidos em um caminhão sem ventilação em um estacionamento em San Antonio, no estado do Texas.

As autoridades americanas informaram sobre a morte de 10 pessoas enquanto outras 17 foram levadas a hospitais, incluindo menores de idade. O motorista do caminhão foi indiciado.

AFP