Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) O vombate Tonka, no santuário de Townsville

(afp_tickers)

Um vombate australiano que entrou em depressão após um ciclone atingir a reserva natural onde vivia, privando-o do contato com os turistas, morreu, e seu desaparecimento causou grande comoção nas redes sociais.

Tonka, um vombate de pelo grosso, era criado por guardas florestais no Santuário Billabong em Queensland, perto de Townsville, depois de ter sido resgatado da "bolsa" de sua mãe que morreu atropelada.

O peludo marsupial de 7 anos assistia televisão com os guardas florestais, dormia com um ursinho de pelúcia e gostava quando coçavam a sua barriga, segundo o santuário em um post no Facebook.

Após a passagem do monstruoso ciclone tropical Yasi em 2011, que causou o fechamento do parque por 10 semanas, Tonka começou a entrar em depressão, recusando comida e perdendo peso.

Tonka não voltou a ser o mesmo até a reabertura do parque, quando deixou seu prato de comida limpo pela primeira vez em semanas.

"A conclusão? Tonka tinha perdido seus mimos e deprimido! Desde então, ele nunca se recuperou", disse o santuário.

Tonka morreu no sábado, após uma série de exames apontarem que ele sofria de uma doença renal irreversível.

Bob Flemming, proprietário do parque, disse à televisão ABC que a resposta para a morte de Tonka foi esmagadora.

Centenas de comentários postados na internet, muitas pessoas dizendo que o vombate havia sido a parte mais memorável de sua viagem para a Austrália.

"Sentiremos muito a falta dele. Nunca vou esquecê-lo", escreveu um fã. "R.I.P Tonka, de seus amigos no Canadá que vão se lembrar de você com carinho", escreveu outro.

AFP