Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Blindados americanos

(afp_tickers)

Moscou denunciou nesta quinta-feira (12) a suposta instalação de uma brigada blindada americana adicional perto de suas fronteiras, considerando uma violação aos acordos entre a Otan e a Rússia, o que os Estados Unidos e a Aliança atlântica negaram.

Na Polônia e no Báltico, "as tropas da 3a brigada blindada americana deveriam substituir os soldados da 2a brigada blindada, a fim de não violar o Ato Otan-Rússia de 1997", declarou em um comunicado o ministério da Defesa russo.

Mas, em vez de deixar o país, "a 2a brigada blindada americana chegou discretamente na Polônia e se instalou com seus veículos blindados", denunciou o porta-voz do ministério, Igor Konachenkov.

"Enquanto isso, o equipamento militar da 3a brigada blindada americana permanece na Polônia e nos Estados bálticos", acrescentou, dizendo que isso significa que uma brigada adicional foi mobilizada de fato perto das fronteiras russas.

A embaixada americana em Varsóvia negou qualquer implantação de uma nova brigada, explicando em uma declaração que era a sucessão de unidades já implantadas no local, no âmbito de um batalhão da Otan instalado desde a primavera.

A Otan também negou em uma declaração as acusações russas.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP