Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Uma imponente estátua do engenheiro soviético Mikhail Kalashnikov, inventor do famoso fuzil que leva seu nome, falecido em dezembro de 2013, foi inaugurada nesta terça-feira em Moscou

(afp_tickers)

Uma imponente estátua do engenheiro soviético Mikhail Kalashnikov, inventor do famoso fuzil que leva seu nome, falecido em dezembro de 2013, foi inaugurada nesta terça-feira em Moscou, e as autoridades destacaram uma "marca cultural da Rússia".

Em pleno centro da capital do país, a escultura de metal, de mais de sete metros de altura, representa Mikhail Kalashnikov com um AK-47, a arma que ele projetou em 1947 e da qual foram fabricadas, segundo estimativas, mais de 100 milhões de exemplares em todo o mundo.

Kalashnikov "encarnava os melhores traços do homem russo: um talento natural extraordinário, a simplicidade, a integridade e a organização", declarou o ministro da Cultura, Vladimir Medinski, que chamou o rifle criado por MK de "verdadeira marca cultural da Rússia".

Kalashnikov morreu em 23 de dezembro de 2013 após uma longa batalha contra uma doença, aos 94 anos, e foi enterrado com honras em um grande monumento militar perto de Moscou, na presença do presidente Vladimir Putin e de outras autoridades russas.

Nascido em 10 de novembro de 1919 em uma localidade da Sibéria, Mikhail Kalashnikov permaneceu ativo até um ano antes de sua morte.

O kalashnikov, uma arma robusta e barata, se tornou o símbolo da luta armada pela independência e aparece em várias bandeiras, incluindo a de Moçambique e a do movimento xiita libanês Hezbollah.

Kalashnikov não recebeu nenhum dinheiro com a venda dos AK-47, utilizados pelos exércitos de mais de 80 países.

A empresa Kalashnikov, em decadência no momento da morte do engenheiro, passou por uma profunda modernização com o auxílio do poder público, que anunciou este ano a transferência da maior parte do capital para investidores privados.

A empresa se concentrou nas exportações e em melhorar sua imagem, com a abertura de lojas para a venda de produtos derivados.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP