Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Policiais em Finsbury Park

(afp_tickers)

O homem que atropelou na segunda-feira um grupo de muçulmanos diante uma mesquita de Londres, matando uma pessoa e ferindo outras 11, foi formalmente acusado de terrorismo nesta sexta-feira.

"A Procuradoria autorizou a Polícia Metropolitana a acusar Darren Osborne de assassinato e tentativa de assassinato de caráter terrorista pelo incidente de Finsbury Park na madrugada de segunda-feira", afirmou um porta-voz sobre o homem de 47 anos, que comparecerá nesta sexta-feira a uma primeira audiência com um juiz.

O acusado atropelou o grupo de fiéis quando estes pararam para ajudar um homem que havia desmaiado, e que acabou morrendo no ataque.

O ataque aconteceu pouco depois da meia-noite de domingo. Durante o Ramadã, os muçulmanos praticantes comparecem às mesquitas depois do Iftar, o fim do jejum ao cair da noite. Uma oração acontece até meia-noite.

Em apenas três meses, o Reino Unido sofreu quatro atentados, três em Londres e um em Manchester, que deixaram 36 mortos e dezenas de feridos.

O caráter antimuçulmano do ataque na madrugada de segunda-feira levou a primeira-ministra Theresa May a prometer que combaterá p terrorismo independente da origem.

"Tem existido muita tolerância com o extremismo neste país, incluindo a islamofobia", disse May.

AFP